22 de fevereiro de 2009

Um Amor de Infância


Audaciosa, corajosa ao extremo e… linda!

Ian Mackintosh, o determinado chefe de um clã arruinado, não suspeitava que Alena, a misteriosa mulher que fazia seu sangue ferver, fosse a mesma garota que ele amara e perdera na infância… E que também guardava a chave de seu futuro!
O violento noivado de Alena e o casamento de Ian com outra mulher mostrou que eles, por mais que quisessem, nunca poderiam ficar juntos… 
Porém Alena sabia que, o coração de Ian batia tão forte quanto o dela quando eles se viam. Ainda assim, um grande medo a consumia quando pensava no futuro dos dois… porque Ian Mackintosh, sua alma gêmea, jurara entrar em guerra contra o clã de Alena, colocando-a em uma situação de perigo tão grande quanto o amor de ambos!

Prólogo

Highlands, Escócia, 1192
A menina prendeu o pônei em uma árvore e seguiu a pé pela floresta. Escondida pelas sombras, teve uma impressão sinistra. Aquilo era muito diferente do agradável lugar onde ela e Ian passaram tantas tardes, deitados à beira do riacho, deliciando-se com os raios de sol.
Caminhava com cautela por entre os galhos caídos e as folhas secas, dissimulando sua aproximação. Um certo temor apossou-se de seu corpo assim que se abaixou para afastar os arbustos, que pareciam sentinelas na entrada do matagal.
Ele estava lá! E a salvo!
Avistou Ian estendido na beirada da água, quieto, com sua manta xadrez envolvendo-o de maneira displicente. Sentindo um misto de medo e alívio, a garota se ajoelhou ao lado dele. O belo rosto, tão sereno durante o sono, aparentava cansaço, mostrando manchas de sujeira e sangue.
Os horrores da véspera voltaram-lhe à memória, e seu coração disparou. Lutando contra as lágrimas, ela fixou o olhar na imagem cinzelada no broche de prata com o brasão do clã: um gato apoiado nas patas traseiras, com dentes e garras prontos para o ataque.
O animal era como aquele menino, destemido e corajoso, porém com um comportamento bem diferente. Ian era gentil, o oposto de todos os rapazinhos que conhecia. Seguindo seus instintos, alisou-lhe as sobrancelhas com a ponta dos dedos.
— Mackintosh! Às armas!
Com a agilidade de um felino, Ian se levantou depressa, quase a derrubando. Só relaxou quando seus olhos selvagens encontraram os dela.
— Você se machucou? — A garota apontou para a manta manchada.
— Não! Não deveria estar aqui, ouviu?! — gritou ele, magoando-a com sua reprimenda.
Ela queria confortá-lo, mas não sabia como.
— Eu vim assim que soube.
— Meu pai está morto — declarou Ian, com o rosto marcado pela dor. — Foi assassinado pelos Grant. Não fui capaz de salvá-lo. Tentei, mas não adiantou.
O pranto escorria pelo rosto sujo, e ele cerrou os punhos.
A amiga tomou-lhe as mãos entre as suas. Surpreendendo-a, Ian não fez nada para evitar. Abriu as palmas e a encarou.
A garota se emocionou com a demonstração de confiança, da pequena aceitação de seu amor, embora achasse que seu coração se despedaçaria a qualquer momento, em virtude do sofrimento de seu amado.
— Ian… — começou ela, sabendo que precisaria ter muita cautela naquele momento. — Seu pai matou o filho de Grant, Henry. Muitos testemunharam a tragédia.
— Não! — Ele se ajoelhou, abraçando-a. — É mentira! Deve ser algum tipo de armação! John Grant era amigo de meu pai. Jamais faria alguma coisa contra o filho de um amigo. Jamais!
Durante um instante, Ian a abraçou com tanta força que a pequena achou que teria alguma costela trincada. Respirou fundo e ordenou suas emoções, sabendo que não tinha tempo a perder. Dentro em breve, o dia nasceria sua ausência seria notada. Era muito perigoso estar ali com Ian. Se alguém os encontrasse juntos…


Trilogia Mackintosh
1- A Noiva de Primavera
2- Um Amor de Infância 
3- Vencido pelo amor Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Um comentário:

  1. Adriana9:00 AM

    Esse livro é lindo,é o meu preferido até hoje.
    Vale muito a pena ler,é daqueles que vc começa e só para no final.

    ResponderExcluir

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?

Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras.
AVISO IMPORTANTE: Nunca sabemos qdo um ebook vai ser lançado, somente no dia do lançamento no grupo, então nunca temos previsão! bjs
Jenna

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...