22 de junho de 2009

Quer ver Lindas Imagens da Escócia? "Benção Celta"

Aqui Lindas Imagens da nossa mágica Escócia.
Apresentação de um Slide "Benção Celta" (Com Som)
Clique aqui

Débora disse...

Oi... adorei conhecer seu blog... com certeza irei segui-lo...
Posso add um link pra ele nos meus??

Beijos,
Dé...

A Saga de um Amor

Na querida Escócia, entre o presente Sec XXI e o passado Sec XIV idade média a inimizade entre clãs, acontece neste romance mais para contemporâneo que histórico, vale à pena ler!





Eles só precisavam se encontrar...


Patrick MacLeod é perseguido por seu passado, por acontecimentos sobre os quais não tem controle e por desejos que ele daria tudo para mudar.
Não tem coração romântico, nem tempo para resgatar donzelas.
Até que conhece uma mulher que lhe toca o coração e alvoroça-lhe a alma, fazendo-o acreditar que o amor é possível, afinal!
Para Madelyn Phillips, a Escócia é um país de fantasia, cheio de magia, paixão e belos lordes das Terras Altas... Infelizmente, nas férias de seus sonhos, vê-se sem carro, sem bagagem e com o chato do ex-noivo a lhe pegar no pé! Quando já se desanimava, avista um escocês cheio de segredos e saudade, e tem a certeza de que encontrou seu destino!

Capítulo Um

Escócia no outono
Havia na língua materna palavras capazes de conjurar pensamentos e sentimentos mais românticos?
Madelyn Phillips deixou a bagagem escorregar até o chão, fechou os olhos e respirou fundo. Não, aquelas eram as palavras exatas, aquele era o país, e tinha duas semanas inteiras pela frente sem nada para fazer senão se divertir. Visitar as Terras Altas com o ar já carregado do frescor do outono era um sonho que se realizava.
— Ande, mocinha.
Madelyn deslocou-se, ajudada por um empurrãozinho do homem a suas costas.
Só então percebeu que estava bloqueando a saída da estação ferroviária. Mas tinha uma boa desculpa: aquele fora um longo dia. Ou melhor, sua viagem iniciada nos Estados Unidos já durava uns dois dias... nem sabia mais. Tinha a impressão de que não dormia na horizontal havia semanas.
Puxando a mala com uma das rodinhas emperrada, deteve-se à porta, olhou e sorriu ao notar as pessoas dirigindo do lado errado da rua. Em meio às conversas, suspirou de prazer ante o ritmo cantante.
Era melhor do que ousara esperar, e ousara esperar muito!
Então, sem poder evitar, bocejou, esfregou os olhos, ao que sacudiu a cabeça para se reanimar. Não tinha tempo para dormir. Havia muito para ver, muito a fazer.
O repouso podia esperar. Desencostando-se da parede, ajeitou nos ombros as alças da bolsa de mão e da caixa do violino, segurou firme no cabo da mala que já não rolava e encaminhou-se à locadora de automóveis.
Meia hora e vários olhares dúbios depois, talvez porque ela bocejasse demais, tomava posse de um molho de chaves e de um mapa bastante tosco das Terras Altas.
Guardou-o, esperando não precisar consultá-lo, já que pegara instruções de como chegar à hospedaria com o proprietário em pessoa.



Série Macleod
4- A Saga de um amor
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...