12 de julho de 2011

O Guerreiro

1° da Série Guardiões das Highlands


Rastreando os rincões mais recônditos das Highlands e as ilhas do oeste, Robert de Bruce escolhe dez guerreiros para ajudá-lo em sua cruzada para libertar a Escócia do domínio inglês.

São os melhores entre os melhores, escolhidos por suas extraordinárias habilidades em cada disciplina de guerra.
E para liderar a este seleto grupo, Bruce escolhe ao maior guerreiro de todos.
Tor MacLeod, guerreiro sem igual, não tem rival com a espada, não está disposto a deixar-se arrastar à guerra da Escócia contra Inglaterra.
Devoto a seu clã, este líder independente não responde ante ninguém, muito menos ante sua recente e sedutora noiva, a qual lhe é entregue numa tentativa de assegurar seu comando da força de combate mais letal que o mundo jamais conheceu.
Pode ser que a insidiosa moça que conseguiu penetrar em sua cama tenha ganhado algumas batalhas, mas nunca terá seu coração.
Embora a reputação de seu marido seja tão feroz quanto suas maneiras, Christina Fraser acredita que debaixo daquela brutal fachada se oculte um pouco de ternura.
Mas só na cama encontra um pouco de afeto, naqueles gloriosos momentos repletos de ardente desejo que desaparecem ao chegar da alvorada.
Quando Christina tenta desesperadamente ganhar o amor de seu marido e fracassa, se inunda em perigo as vésperas de uma guerra, Tor enfrentará à batalha definitiva: salvar a sua esposa e lhe abrir seu coração…
antes que seja muito tarde.

Nota da Revisora Samara: O mocinho é um highlander de primeira, consciente de seus deveres como lider do clã e dividido entre o desejo de paz (duramente conquistado) e a veia de guerreiro.
Não se permite amar ou sequer se aproximar muito de ninguém, já que viu seus pais serem mortos violentamente aos 10 anos.
E é viúvo. Mas quando percebe que a mocinha o deixou pela sua frieza (sim amadas, ela se manda...rs), vai atrás dela com o coração na mão.
A mocinha que não é boba nem nada, faz uma série de exigências para voltar pra ele...e ele aceita.
É um livro muito bom, quase fiel a história da Escócia, mas devidamente romantizado e com muitas cenas calientes...

Capítulo Um

O «maior herói de sua raça».
I. F. Grant, falando de Tormod MacLeod

Castelo de Dunvegan, ilha de Skye,Dia de San Miguel Arcanjo, 1305

«Vou matar muito devagar.»
O silêncio se apropriou do salão como a quietude espectadora que segue ao sonoro estalo de um trovão, enquanto o tabelião terminava de ler a carta.
A vintena de guerreiros reunidos em torno do grande salão do castelo de Dunvegan aguardavam a resposta completamente imóveis.
Em seus ferozes rostos, viu a indignação e o assombro que ele compartilhava, mas dissimulava sob uma fachada de pedra.
Só no estrado, Tormod MacLeod, chefe dos MacLeod, inclinou-se para frente e transpassou com o olhar ao desventurado que lia.
—Que fez o que? —Seu tom absolutamente calmo não contribuiu para aliviar a tensão.
O tabelião deu um coice e emitiu o que somente podia descrever como um chiado.
A carta saiu voando de sua mão e flutuou pelo ar carregado de fumaça até aterrissar no chão coberto de juncos.
Tor plantou o pé sobre o pergaminho culpado de seu desgosto.
Quando se agachou para recolhê-lo, distinguiu sob o calcanhar os ganchos de ferro familiares de Torquil MacLeod, seu irmão gêmeo mais novo que ele por tão só dois minutos.
Apenas se tinha extinguido os fogos provocados pelo recente ataque à aldeia, e seu irmão se comportava assim? «Muito devagar», voltou a prometer-se, e espremeu o pergaminho até convertê-lo em uma bola.
O tabelião conseguiu recuperar a fala, embora a voz lhe tremesse ao responder à pergunta de Tor.
—seu ir-irmão diz que não pode aca-acatar a negativa do chefe dos Nicolson a lhe entregar a mão de sua filha em matrimônio, e que se viu obrigado a tomar as rédeas do assunto. — o jovem clérigo fez uma pausa e se secou o suor que perolava sua frente com o dorso da mão— diz que seu amor...
—Basta!

DOWNLOAD










Série Guardiões das Highlands
1 – O Guerreiro
2 – O Falcão
Próximo em revisão GRH Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

8 comentários:

  1. Hanna7:53 PM

    Oba! Mais um livro da série Highland Guard! Amo esse blog, parabéns a todos que colaboram, vocês são demais! :D

    ResponderExcluir
  2. linnnnnnda jenna és a maior só falta mais um beijinhos e obrigada .

    ResponderExcluir
  3. Genteeeeeeeee...Essa é a melhor série medieval que eu já li!!!
    Tem de tudo um pouco, na verdade de tudo muito...Tem ação, mocinhos mais que tudo de bom, tem lágrimas, eles são tão embrutecidos e durões com as mocinhas que me levaram as lágrimas...
    Li os 2 livros nesse fim de semana, só parei pra comer e dormir, de tão viciante que são os livros...
    Vale apena ler, eu recomendo...
    Obrigado Jenna pelo seu blog, te agradeço do fundo do meu coração, vc é a maior!!!
    Obrigado tbm pelas tradutoras, espero que vcs tenham tudo o que de melhor a vida possa oferecer!!!
    Bjs...

    ResponderExcluir
  4. Anônimo5:27 PM

    oi vc poderia dar uma olhada porque tem alguns links nao estam concluindo os downlod.gradeço desde ja ok

    ResponderExcluir
  5. Olá anônimo,

    Sim, acabei de testar os dois links da série e baixei normal.

    Tente novamente

    Bjs

    ResponderExcluir
  6. EVELYN12:30 PM

    M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O.. SIMPLESMENTE AMEI.... VLW POR ESSA SÉRIE JENNA... VC É 10

    ResponderExcluir
  7. Aline Oliveira8:41 PM

    Até que eu gostei da história mas fiquei praticamente o livro todo com raiva da mocinha!!! Meu Deus ela só chora!! Desconfiar que tem uma amante e mesmo assim fica correndo atrás. E que mocinho é esse? Fiquei o livro todo querendo dar uns tapas nele! Não me arrependo de ter lido pois contém vários fatos interessantes que não conhecia ainda. Enfim foram 600 páginas de muito ódio e raiva mas a minha nota para ele é de 7,5. Agora vou ir ler a sequência O FALCÃO pois tenho esperança que o casal não se pareça com esse.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Que livro maravilhoso!! Casal com uma química fantástica, ri demais com a mocinha exigindo que o marido a beijasse e querendo saber que outras coisas ele estava esquecendo de fazer kkkkkkkkkkkkk
    Fiquei impressionada como a autora conseguiu ser fiel a história da Escócia (exceto, claro, a formação da guarda highlander e uma outra "licença poética" ;) ), adorei que o mocinho é adepto das técnicas usadas pela fianna irlandesa no treinamento dos guerreiros e a "cereja no topo do bolo", pra mim, foi a Lady MacDuff aparecendo no finalzinho do livro para coroar o Rei (o que essa mulher sofreu ~na vida real~ pouca gente suportaria). Esse livro já entrou pra minha listinha de livros medievais favoritos.

    ResponderExcluir

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?

Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras que fazem com carinho a leitura chegar à vocês!
bjs, Jenna e Seriam

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...