9 de outubro de 2011

Reclamada Por Seu Marido

Clã MacKinloch 1



Ia reclamar a noite de núpcias que não teve.

Bram MacKinloch passou sete longos e atormentados anos em cativeiro e somente três coisas o mantiveram vivo: a força bruta, a sede de vingança e a lembrança do belo rosto de sua esposa.
Assombro foi uma das sensações que estremeceram o corpo de Nairna quando voltou a ver Bram.
As cicatrizes mostravam seu sofrimento, e seus olhos refletiam a voracidade de um desejo tão ardente que podia consumi-los.
Entretanto, muitas coisas mudaram desde que se uniram com tanta inocência…

Comentário Leitura Final Maristela : Adorei!!!! 
Que sensibilidade!!!
Leiam e desfrutem de uma linda historia de amor.

Capítulo Um

Ballaloch, Escócia, 1035

Bram MacKinloch não podia se lembrar quando foi a última vez que comeu ou dormiu. 
Estava dominado pelo atordoamento e só podia seguir adiante.
Passou tanto tempo preso na escuridão que se esqueceu da sensação do sol na pele e que também o cegava e tinha de andar com o olhar fixo no chão.
Nem podia recordar a quanto tempo estava correndo.
O esgotamento nublou sua vista, até não saber quantos ingleses o perseguiam nem onde estavam.
Manteve-se afastado dos vales e continuava pelas montanhas, entre os abetos que podiam ocultá-lo.
Estava empapado por cruzar um rio a nado, para que os cães não pudessem seguir seu rastro. 
Tinham-no seguido uns cães?
Não se lembrava de nada. Tinha a cabeça cheia de sombras e não distinguia a realidade dos pesadelos.
Tinha de continuar, não podia parar; escorregou ao chegar ao topo e caiu.
Aguçou o ouvido antes de levantar-se.
Só ouviu os pássaros no meio do silêncio das Highlands. Levantou e se virou lentamente.
Não viu ninguém, só viu as verdes montanhas e o céu nublado.
Estava livre.
Deleitou-se com a vista e com o ar, dos quais teve saudades todos esses sete anos. 
Embora estivesse longe de sua casa, conhecia essas montanhas como se fossem as amigas de sempre.
Tomou fôlego e descansou.
Deveria estar satisfeito por escapar de sua prisão, mas o remorso o mantinha cativo, nesse momento.
Seu irmão Callum ainda estava preso nesse lugar abandonado por Deus.
Rezou para que ainda vivesse.
Libertaria Callum ainda que tivesse de vender a alma.
Sobretudo, depois do preço que pagou por sua própria liberdade.
Foi para o oeste, para Ballaloch.
Se mantivesse o passo, poderia demorar uma hora até chegar à fortaleza.
Há anos que não ia ali, desde que tinha dezesseis anos.

DOWNLOAD








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

6 comentários:

  1. Anônimo2:18 PM

    Já tem o segundo livro?

    ResponderExcluir
  2. Anônimo2:56 PM

    Essa serie eh excelente, adorei o livro.... estou louca para ver a sequencia e espero q seje a historia de callum.... um abraco

    ResponderExcluir
  3. Anônimo12:25 PM

    Adorei o livro estou esperando a história dos outros dois irmãos, quando sairá????????????

    Liz

    ResponderExcluir
  4. Olá Liz,

    Tb adorei., os próximos eu na verdade não sei quando sairão, só mesmo quando lançam os ebooks nos grupos que publico nos blogs.

    Então vamos aguardar!

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Anônimo6:54 AM

    Boa Tarde Jenna gostaria de saber quando vai sair o segundo livro a historia do Alex obrigada

    ResponderExcluir
  6. Anônimo4:25 AM

    Jenna, a historia é otima, mas no volume dois a Nairna bem poderia ter um filho ela é tão esforçada.

    ResponderExcluir

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?

Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras que fazem com carinho a leitura chegar à vocês!
bjs, Jenna e Seriam

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...