17 de janeiro de 2018

Confia em Mim

Lady Josephine HillRose passou toda sua vida cercada por rumores de que é ilegítima.

E a origem desses rumores não é ninguém mais ninguém menos que o Conde de Bideford, seu suposto irmão. 
Provar que ele estava errado e que tinha que confiar nela, era mais difícil do que havia imaginado.





Capitulo Um

Josephine Anne HillRose voltou-se lentamente para que sua mãe a observasse. Estava provando o vestido de sua apresentação em sociedade, que certamente seria o mais importante de sua vida depois do de suas bodas. Era totalmente branco, como ditava a tradição.
Ajustado ao corpo, ressaltando sua estreita cintura, ainda mais estreita pelo espartilho de barbatanas de baleia que vestia. Nunca vestira um e era realmente incômodo. A volumosa saia caía de sua cintura até o chão com bordados de flores, ocultando as maravilhosas sapatilhas de baile com bordados combinando.
— Esse decote não me agrada. — disse sua mãe muito séria.
Franziu o cenho olhando-se no espelho. Seus alvos peitos se mostravam mais que normalmente, mas conforme dizia a costureira, era a moda. Com um decote mais recatado nem a olhariam.
— Mamãe, não se supõe que devo exibir a mercadoria?
— Não seja desbocada, menina. — sua mãe ofendida colocou-se atrás dela segurando o decote e levantando-o um pouco. Não se moveu nem um centímetro.
— É feito sob medida, Condessa. Não se moverá. — a costureira a olhava como se a tivesse ofendido e sua mãe a ignorou voltando a fazê-lo.
— Aiii…! Mamãe, machucou-me!
— Perdoa, filha. — disse a mãe preocupada olhando seu decote. As ligeiras mangas, que se ajustavam aos ombros fazendo terminar o decote em V, estavam bordadas como a saia. — Se as mangas fossem maiores...
— Milady, é perfeito e está preciosa. Não penso trocar meu desenho.
A Condessa a fulminou com o olhar.
— Posto que pago, fará o que eu diga.
— Não pondo em risco minha reputação!
Ambas eram muito teimosas. Josephine sabia que a costureira era uma das melhores de Londres e se a ofendesse nunca iria lhe fazer outro desenho. E sua mãe nunca se intimidou ante ninguém, era uma das anfitriãs mais temíveis de Londres. Uma má crítica de July Anne HillRose, Condessa de Plimburd, e estava morto socialmente. Sua mãe não era má, mas se alguém proferia um comentário mal-intencionado sobre sua família em sua presença, já se sabia que acabaria com ele.
Assim Sefi, como a chamava a família, tinha que contê-las antes que ficasse sem vestido de apresentação. Olhou-as com seus olhos azuis e com um sorriso nos lábios.
— Acalmem-se. As duas. É um vestido precioso e ficou bem, mamãe.
A Condessa agarrou um de seus cachos negros colocando-o sobre o ombro até ficou como ela desejava.
— Menina, quero que seja a sensação da temporada e com esse vestido o será. Mas para o mal.
Ela pensou que de todas maneiras a poriam verde, mas ainda assim sorriu:
— Para isso você estará ali, para que ninguém diga algo inapropriado.
Abraçou sua mãe. Eram tão distintas como o dia e a noite. A Condessa era loira e de olhos castanhos, enquanto que ela era morena e de olhos azuis. 
Os que não as conheciam, não acreditavam que eram mãe e filha e, como seu pai era loiro e de olhos verdes, esse rumor a tinha açoitado toda a vida.
Primeira filha do Conde de Plimburd, nasceu nove meses depois de seu matrimônio, mas os rumores mal-intencionados disseram que a Condessa deu à luz antes do tempo e que tinham ocultado para proteger sua reputação. Embora a avó de Sefi, a Condessa viúva, fosse igual a ela, não tinha nada que ver. Isso era apenas uma casualidade.
A porta se abriu de repente e sua irmã Judith de seis anos entrou na estadia com um bolo de chocolate na mão. Seus dedinhos estavam cheios de chocolate e as três ficaram a gritar horrorizadas ao ver que se aproximava. 
Judith arregalou seus olhos castanhos e as olhava como se estivessem loucas. Gladys, sua irmã de dez anos, passou por ali com um livro na mão, levantou os olhos mas as ignorou por completo sem deter-se. Regina apareceu e a fitou impaciente.
— O que faz aqui? — perguntou sua irmã de dezesseis anos — Disse que ficasse lá embaixo.
— Queria ver o vestido de Sefi — disse com a boca cheia de chocolate.
— Por Deus! Tire-a daqui, milady! — disse a costureira colocando-se à frente de Sefi, que começou a ver quão divertida era situação. Sua mãe e a costureira se aliaram para proteger o vestido.
Regina as observou divertida.
— O que me dão em troca?
— Regina Steffani HillRose, está ganhando um castigo e Judith também!
Sua irmã que não era parva agarrou Judith pela mão.
— Está bem, não têm senso de humor.
— O que ocorre aqui? Não se pode trabalhar com tanta gritaria. — seu pai observou suas filhas e sua esposa diante de Sefi e entendeu rapidamente o que tinha ocorrido.
— Meninas, desçam.
Uma ordem de seu pai se cumpria no ato e suas irmãs saíram rapidamente. O Conde olhou a filha e sorriu.
— É seu vestido de apresentação?
— Charles, não sei se você gostará de...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Ah... Vou ler esse livro agora. Obrigado por montar esse site. Encontrei ele hoje e estou adorando... 😊

    ResponderExcluir
  2. Adorei ler este livro, vale a pena ler! Dei algumas risadas com o casal e as irmãs da mocinha. O mocinho é TDB e um Fofogro!

    ResponderExcluir
  3. Zora Almeida6:26 PM

    Não é daqueles livros inesquecíveis, mas é um bom passatempo.
    Desde o início já passamos a torcer ferozmente pela mocinha, que é decidida e toma as rédeas de sua vida, deixando claro quais são seus sentimentos.
    Algumas discussões entre o casal, bem como a interação entre a família da mocinha, tornam a leitura divertida em certos momentos.
    Me surpreendeu como esse livro se desdobrou. Pensei que ia por um caminho, mas foi por outro. O que foi um ponto positivo, pelo fator surpresa; mas, em certos momentos, fiquei com a impressão de que o tema tem um potencial maior do que foi usado.

    ResponderExcluir
  4. Gostei do enredo, porém a vontade de matar o "mocinho foi demais. Gente!! Estava aqui imaginando que nunca tinha lido um livro com tanta presença de um médico para os protagonistas como esse..rs,rs..tem momentos hilários. A trama muito Boa, achei sem sentido o desenrolar da história, porém aceitei assim mesmo. Recomendo!

    ResponderExcluir

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?

Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras.
AVISO IMPORTANTE: Nunca sabemos qdo um ebook vai ser lançado, somente no dia do lançamento no grupo, então nunca temos previsão! bjs
Jenna

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...