Mostrando postagens com marcador Domesticando o diabo das Highlands. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Domesticando o diabo das Highlands. Mostrar todas as postagens

19 de setembro de 2011

Domesticando O Diabo Das Highlands


Laird Magnus Sutherland ama as mulheres.

Suas proezas no quarto lhe deram o nome de Diabo Dunrobin, mas nenhuma mulher jamais conquistou seu coração.
Magnus precisa fornecer ao seu clã um herdeiro, que é a única razão pela qual ele concorda em se casar com a irmã do laird do clã vizinho.
Quando sua noiva chega, ele descobre que o laird tem duas irmãs.
Se Magnus deve vincular-se a uma mulher, ele pretende descobrir qual é a melhor opção para ser sua esposa, pois quer mais do que um corpo para plantar sua semente.

Ele quer uma companheira para a vida toda.
Em primeiro lugar, a viúva Effie Reay se recusa a disputar a afeição de Laird Sutherland ...
Por um lado, ela tem trinta e dois anos e, certamente perderia uma competição para sua irmã, jovem e bela.
Em segundo lugar, Laird Sutherland é um conquistador de renome, e ela não quer se casar com outro homem deste tipo.
E em terceiro lugar, a visão dele a faz tremer...
Será que Effie será bem sucedida em frustrar os avanços de Magnus, ou será que seu corpo sucumbirá à tentação que só poderá conduzi-la ao sofrimento?

Nota revisora Claudia Barbetta: Apaixonante. Envolvente. Uma leitura fácil com uma história muito bacana de um escocês gostoso e quente, que adora toda e qualquer mulher em sua cama, e que se apaixona pela irmã de sua noiva.
Ao mesmo tempo que ele é valente, é também carinhoso.
E quando terminar de ler a história, você vai dizer: quero um desse para mim.
Ah, e rola um pouquinho de bdsm básico....hummmmm!!!!!!

Capítulo Um

Eles eram perfeitos um para o outro, Effie concluiu quando Laird Sutherland entrou no salão principal.
Quatro de seus parentes vinham com ele, todos valentes e de constituição forte, mas nenhum possuía a presença dominante do chefe do clã.
Os cabelos negros como os olhos de um corvo estavam despenteados, com uma trança caindo ao lado de cada têmpora para marcar seu status.
O plaide verde-mar e azul-claro, perfeitamente pregueado, envolvia um lêine limpo, mas o que mais a impressionou foram as armas que ele levava – uma espada presa em seu quadril, dois punhais em sua cintura, e uma faca de cabo preto no topo de suas botas de camurça.
Ele era uma boa escolha para a meia irmã de Effie, assim como para o clã Mackay.
A sua união faria seus clãs uma fera apavorante de se ver.
O clã Sutherland era conhecido por suas proezas em batalha.
Eles eram poderosos o suficiente para se proteger, assim como o clã de Effie.
Na verdade, o clã Mackay precisava mais do clã Sutherland, que o clã Sutherland precisava dos Mackay.
E seu irmão sabia disso, essa era uma das razões pela qual Ian trocou sua irmã por uma aliança depois que seu pai morreu.
O outro motivo era simples.
Tanto Ian como Effie estavam ansiosos para ver Vanna casada.
Effie assumiu a tutela de Vanna depois que seu pai expulsou a mãe de sua irmã do clã, há quatro anos.
Aos dezenove anos, Vanna sabia ler e podia administrar uma casa, mas Effie temia que sua irmã não tivesse muitos pudores.
Dada a reputação lasciva de Laird Sutherland, ela suspeitava que ele pudesse achar tal qualidade aceitável, desde que a menina tomasse cuidado de não abrir as pernas para seus parentes.
Esse foi justamente o erro da mãe de Vanna.
Effie afastou esse pensamento de sua mente. Vanna não era culpada pelos erros de Besse.
— Você acha que o laird gostará de mim? - Vanna agitou sobre os ombros seus longos cabelos negros e brincava com o broche que prendia a pesada lã de seu arisaid.
— O homem concordou com a união, por escrito, há seis meses. Não importa nada se ele vai gostar de você.
A preocupação que surgiu nas sobrancelhas negras de Vanna fez Effie estremecer.
Era bom se lembrar que Vanna foi mimada pelo pai durante a sua adolescência.
Ao contrário de Effie, que aos dezenove anos, tinha dois bebês para cuidar.
—Eu acredito que você estará alimentando Laird Sutherland com amêndoas torradas antes do amanhecer. - Effie deu um aperto reconfortante nos dedos frios de sua irmã e, em seguida, ficou à sombra de seu irmão, onde era o seu lugar.
— Laird Mackay, seja bem vindo à Dunrobin

DOWNLOAD








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...