9 de fevereiro de 2021

Como treinar seu cavaleiro


Ano de Nosso Senhor, 1276.

Nas horas que antecedem o amanhecer, maldições e blasfêmias ecoam por toda a mansão de pedra. Uma faca faz barulho no chão e uma jovem viúva é amarrada, vendada e conduzida ao altar do casamento. O rei não poderia ter sancionado essa farsa de um casamento, poderia? Afinal, ela transformou algumas cabanas de barro e servos famintos em uma cidade próspera, sem nunca hesitar em pagar impostos generosos ao seu reino real. Abandonar seu amado povo para ser governado por seu novo marido, um cavaleiro templário ignorante? Nunca! Lady Ann prometeu. Uma bruxa assassina para uma esposa? A Fera de Thornhill encontra-se no meio de uma piada cruel ou uma conspiração do mal. Depois de voltar das guerras santas, aceitou receber uma pequena parcela de terra em troca de salvar a vida do rei Eduardo. Mas a recompensa vem com um aviso sobre a amante da propriedade. Apesar de sua atração insaciável pela beleza de cabelos negros, permitiu que ela tivesse tempo para se aquecer com ele enquanto observava seus modos estranhos e visionários. Mas quando tudo estiver em jogo, ele ficará ao lado dela durante a inquisição ou os dois irão se agarrar aos segredos dela?

Capítulo Um

Ano de nosso Senhor 1276
- Por Deus, arraste-a até aqui! Nua, se for preciso! Pão e água de agora até a eternidade, se você não puder! Sir Marcus Blackwell bateu com o punho na mesa gasta e o som ecoou em todas as direções. De toda a má sorte. Forçado a casar-se com uma viúva assassina e de boca suja.
Cerrou os dentes quando o próximo ataque de gritos e maldições agudos explodiu do andar de cima. Caiu, batendo e batendo seguiu. Ele se encolheu quando os gritos estridentes de Lady Ann soaram em toda a
mansão de pedra e, provavelmente, no pátio.
- Ele não pode roubar minhas terras tão facilmente. Viverá tempo suficiente para lamentar este dia. Nunca entregarei meu povo a uma fera sedenta de sangue e sedenta de ouro. Eu prefiro ser amaldiçoada ao inferno. Não, na verdade, eu prefiro me casar com o próprio diabo do que me ver casada com ele.
Fera? Estrangulou o menestrel que pegou o apelido de sua espada e o batizou. Era um santo cruzado, merecedor de respeito, não um animal.
Benzendo-se enquanto contava até dez, percorreu o corredor iluminado por apenas uma tocha fraca. Sombras dançavam sobre tapeçarias escuras, da lareira do tamanho de dois cavalos, e sobre mesas suficientes para alimentar um pequeno exército. O piso rangia sob suas botas, liberando um perfume de lavanda e grama. Parou para uma pausa de silêncio abençoado.
- Em que criação de Deus eu pisei?
Quando o caos começou novamente, foi seu primeiro em comando, Thomas D'Agostine que falou.
- Cuidado. Faca!
Como treinar seu cavaleiro - Stella Marie Alden
Um punhal caiu sobre a pedra com um barulho metálico.
- Condenação.
- A cadela me pegou.
Com a batida de uma mão contra a pele, um grito de dor feminina, a batalha parou momentaneamente.
- Basta!
O comando do rei seria obedecido. Certamente, ela teria que entender isso. Parou ao pé da enorme escadaria de pedra e esperou que os ecos trovejantes parassem antes de continuar em um volume menor. Vislumbrando a criatura vil, estremeceu. Era tarde demais para recuar agora. Sabia que a terra e a cama da velha bruxa faziam parte da barganha.
- Eu disse, não faça mal. Amordace, amarre e vende a mulher se precisar. Pelo amor de Deus, ela é só uma mulher.
- Com licença senhor? Eu sou...
Marcus virou, olhou para os primeiros raios do sol nascente e apertou o punho bem gasto de sua espada.
- Irmão John?
Ele soltou sua arma e abriu ambos os braços em saudação.
- Perdoe-me, é um velho hábito. Entre. Entre.
A figura solitária no arco da porta ficou imóvel com as duas mãos ao alto enquanto as grandes mangas o engoliam inteiro. Todos os seus novos súditos estavam loucos?
- Eu disse que você pode baixar seus braços e entrar. É um pedido bem simples. Eu já expliquei para o irmão mais velho que eu não quero machucá-lo.
O menino, provavelmente de uns dez anos, colocou outro pé na sala.
- Agora, abaixe os braços.
Ele tentou sorrir, mas a tarefa era esquiva.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?

Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras.
AVISO IMPORTANTE: Nunca sabemos qdo um ebook vai ser lançado, somente no dia do lançamento no grupo, então nunca temos previsão! bjs
Jenna

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...