17 de março de 2018

O Arqueiro

Série Guardiões das Highlands
O ano mil trezentos e doze de Nosso Senhor... 

Por seis anos Robert Bruce¹ e seu grupo secreto de guerreiros de elite, conhecidos como 
Os guardiões da Escócia, vem travando um novo tipo de guerra contra os Ingleses, que tem procurado obter a coroa da cabeça do rei Robert e fazer da Escócia um feudo com o rei da Inglaterra como seu Senhor.
Para derrotar o mais poderoso exército nas terras cristãs, superior em número, armamento e treinamento, Bruce abandonou o estilo de luta dos cavaleiros e adotou a guerra “pirata” dos guerreiros ferozes das Terras Altas e das Ilhas Ocidentais. 
Como os nórdicos que desceram sobre a costa litorânea da Grã-Bretanha centenas de anos antes, Bruce golpeou terror no coração do inimigo com seus ataques surpresas, emboscadas e queimando a terra para não deixar nada para trás, ganhando a batalha para os campos da Escócia.
Mas com as guarnições inglesas ainda ocupando importantes castelos da Escócia, e poucas armas de cerco a sua disposição, Bruce terá que se tornar ainda mais inventivo, usando astúcia, trapaça, e as habilidades especiais dos homens de sua Guarda da Escócia para recuperá-los.

Capítulo Um

Berwick Castle, English Marches, 6 de Dezembro de 1312
Não há nada de errado comigo.
Gregor puxou a fecha para trás e a soltou. Um tiro. Uma morte. Ele não perderia.
Ele não perdeu. O soldado congelou em choque paralisado quando a flecha do Gregor encontrou o estreito pedaço de pele entre os olhos, um dos poucos lugares desprotegido pelo elmo de aço preferido dos soldados. O antigo elmo de estilo nasal que os Guardiões da Escócia usavam teria os servido melhor. Mas mesmo nesta estreita faixa, Gregor tinha não mais que trinta metros de distância, tal pequeno alvo exigia habilidade para bater. Habilidade como a possuída pelo maior arqueiro na Escócia.
Um momento depois, o corpo do inglês caiu no chão como uma árvore abatida. Antes mesmo de atingir o chão, o próximo alvo já havia aparecido na muralha. Gregor mirou rápido e disparou. Ele não pareceu pensar; seus movimentos eram tão suaves e preciso como um motor afinado de guerra. Mas a fachada legal, sem esforço mascarava o foco e a concentração intensa embaixo. Todo mundo estava contando com ele, mas quando estava sob pressão era quando Gregor McGregor estava no seu melhor.
Normalmente.
O segundo soldado caiu conforme a flecha acertou o alvo.
Depois de quase sete anos de luta na elite da Guarda Highland do Bruce, ninguém foi melhor em eliminar os principais alvos antes de um ataque do que Gregor. Alvos. É assim que ele tinha de pensar deles. Um obstáculo entre ele e seu objetivo que precisava ser eliminado para conseguir a vitória. E tem havido muitos obstáculos ao longo dos últimos sete anos.
Mas eles estavam fazendo progresso, progresso real, e a vitória sobre os Ingleses que mais pensara impossível foi se aproximando da realidade. Desde que voltou para a Escócia a partir das ilhas ocidentais, onde Bruce e aqueles leais a ele tinham sido forçados a fugir há seis anos, o rei tinha feito melhorias constantes em arrancar seu reino da ocupação Inglesa. Ele derrotou seus próprios compatriotas para assumir o controle do Norte; Robbie Boyd, junto com James Douglas e Thomas Randolph, tinham um aperto firme nas Fronteiras sem lei; e do antigo reino Celta isolado de Galloway estava prestes a cair para o único irmão restante do rei, Edward Bruce.
Tudo o que restavam eram as guarnições Inglesa entrincheiradas nos castelos da Escócia, e um por um essas estavam caindo para Bruce também.Mas nada seria mais importante do que Berwick Castle. A fortaleza impenetrável dos escoceses ou ingleses Marches (dependendo de quem atualmente tinha o controle) tinha visto mais do que a sua quota desta guerra e serviu como sede Inglesa do rei em suas campanhas anteriores. Tomando-a os trariam a um passo, um grande passo, mais perto da vitória. Mas, sem armas de cerco, Bruce e seus homens tiveram que confiar em métodos mais inventivos. Como as escadas de corda com grampos fixantes que dois dos companheiros de Gregor da Guarda Highland estavam esperando para atirar por cima do muro, tão logo ele limpasse as muralhas do inimigo.
Gregor olhou para a escuridão, varrendo a parede pacientemente, seu pulso lento e constante.Haviam três soldados patrulhando esta seção do muro. Onde estava o terceiro?

Série Guardiões das Highlands

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

4 comentários:

  1. Olá jenna,
    tem previsao de quando vão sair os proximos livros da série? bjooooooooo

    ResponderExcluir
  2. Esse livro e o 8° da série foram revisados novamente? Por que já tinham tradução, aliás até já li (o 9° é MARAVILHOSO!!!!).

    Beijos, e eu só no aguardo pelo restante do multirão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, e o grupo LR vai terminar a série já em tradução. bj

      Excluir
  3. Gente tem ja o resto dos livros amoooo

    ResponderExcluir

Oiiiiii...Não vai sair sem deixar um comentário vai?

Aqui é seu canal compartilhando a leitura...Conte para nós o que achou do último livro que leu ou lendo, livros que está afins de ler, comente o que desejar sobre o blog, os livros, só não vale detonar revisões e sim agradeçam as revisoras.
AVISO IMPORTANTE: Nunca sabemos qdo um ebook vai ser lançado, somente no dia do lançamento no grupo, então nunca temos previsão! bjs
Jenna

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...